Postagem em destaque

Controle PID de Potência em Corrente Alternada - Arduino e TRIAC - Parte I

Este post é o primeiro de uma série de seis que escrevi tratando de controle de potência e PID (controle proporcional, integral e derivativo...

domingo, 15 de novembro de 2015

Conectando o PC e o Raspberry Pi via cabo de rede, SEM roteador no meio




Pois é, desde setembro que não rolava um post aqui por esses lados, mas o fato é que eu estou fazendo CINCO matérias do mestrado ao mesmo tempo e, por isso, não tenho tido tempo prá mais nada além de estudar, numa rotina que começa às CINCO da matina e termina por volta da meia-noite todos os dias.

Semana passada, porém, o amigão Thiago passou cá em casa para almoçar conosco, ele e D Estelinha, digníssima cara-metade. Como ele trouxe o seu Pi 2 recém adquirido para que a gente preparasse ele para rodar, assim fizemos. Ele quer trabalhar num projeto para automatizar todos os controles remotos da casa dele no celular, então fizemos também alguns testes (que funcionaram, depois de muita surra!) do uso daqueles receptores de controle remoto tipo NEC com o Pi. Sobre esse assunto vai rolar um post tb, mas como ainda não terminamos, fica prá depois.

Acontece que o Thiagão, na sua infinita gentileza largou cá em casa a título de empréstimo o seu Pi 2, de modo que hoje eu resolvi dar uma pausa nos estudos e "raspberriar" um pouco, até porque estou envolvido num projeto muito interessante e inovador sobre o qual ainda não posso escrever.

Um problema de trabalhar com o Pi é ter que levar teclado, mouse e principalmente monitor para onde a gente queira brincar. A gente pode até acessá-lo remotamente, mas tem que colocá-lo na rede do destino e alterar os parâmetros de wifi, consequentemente. Aí sem monitor não rola.

E se a gente conectasse o bicho no notebook sem a ajuda de um roteador? Será que é possível? Google prá lá e prá cá... bingo! Fiz o procedimento abaixo, que funcionou perfeitamente e é parecido com o que o cara escreveu aí:

1) Primeiro conferi no meu PC se o IP é automático ou manual. Era automático. Nesse caso, abra uma janela do DOS e dê o comando:


ipconfig

Anote o ip do seu micro no wifi e também a máscara de sub-rede coreespondente.

2) Editei o arquivo que ele indicou. Para isso, ele oferece dois caminhos, um mais simples e outro que implica em tirar o cartão do Pi etc. Fiz o mais simples:

sudo nano /boot/cmdline.txt

Esse arquivo tem uma linha só e tem que continuar assim, ou seja, qualquer coisa que vc for adicionar coloque no fim da linha e NÃO dê enter depois. Vc deve colocar no fim da linha um espaço e então ip=<número do ip do Pi>

3) Agora entra a escolha do <número do ip do Pi>. Se o IP do seu micro for automático, vc deve colocar um ip válido da faixa do seu roteador wifi que fornece o IP para o seu micro.

 Se for manual, vc tem que criar o IP do Pi respeitando as dicas que ele dá, basicamente tem que ser um IP válido com a máscara que está especificada no PC

Exemplo: se o IP do PC for 192.168.0.123 e a máscara de sub-rede for 255.255.255.0, use um IP como 192.168.0.200.

4) Em seguida, conecte o PC e o Pi através do cabo ethernet. Esse cabo éum cabo comum, antigamente seria preciso um cabo especial invertido, mas os adaptadores de rede hoje fazem eles mesmo a conexão invertida, necessária para esse tipo de conexão.

5) Reinicie o Pi. Imagino que vc tenha um monitor conectado a ele nesse ponto, então vc vai ver que ele demora uns 30 s para ativar a conexão via cabo.

6) Agora, para acessar o Pi vc pode usar o Putty, o Remote Desktop Connection caso tenha configurado esse tipo de acesso, para acessar o seu Pi.

Piece of cake, isn't it?